WhatsApp beta: app já permite mensagens privada em grupos 0 1566

WhatsApp beta

A versão do WhatsApp beta para Android, já está recebendo a opção que tem potencial para se tornar uma das mais populares entre os usuários do aplicativo.

O WhatsApp está se preparando para lançar mais um pacote de atualizações com diversas novidades.

Recentemente o aplicativo de mensagens instantânea lançou um pacotão com alguns atrativos, entres eles as figurinhas ou WhatsApp Stickers, visualizar vídeos do YouTube sem sair do chat, no modo Picture in Picture (PiP).

Segundo site WABetaInfo, especialista em vazar em primeira mão as novidades do WhatsApp, a versão beta do WhatsApp para Android, já está recebendo a opção que tem potencial para se tornar uma das mais populares entre os usuários do aplicativo.

A novidade deve se chamar “responder no privado”, e esta opção permitirá aos participantes de um grupo do WhatsApp, a enviarem mensagens privadas entre si.

Tudo que o usuário deverá fazer, é pressionar uma mensagem de determinado membro do grupo, por alguns segundos, que surgirá a opção de responder somente para aquela pessoa, e assim, abrirá um novo chat para que ambos possam trocar mensagens no privado.

Até o momento, esta opção é exclusividade apenas dos usuários cadastrados no programa Beta do WhatsApp. E ainda não há qualquer confirmação de data para lançamento se realmente possa vir a ser lançada na versão final para todos os usuários.

Caso você tenha ficado interessado em conhecer a nova função, veja aqui neste post como se cadastrar pra ser um usuário Beta do WhatsApp e testar as novidades do aplicativo antes de todos mundo.

Previous ArticleNext Article

Como recuperar mensagens do WhatsApp ao trocar de celular 0 1349

Vai trocar de celular? veja como recuperar todas as suas mensagens do WhatsApp no celular novo e não perder nenhuma conversa.

Um dos principais questionamentos sobre a troca de celulares hoje em dia, é se tem como recuperar todas as conversas do WhatsApp.

Ao criar uma conta no aplicativo de mensagens, uma das opções a serem aceitas, é as opções de backup e, onde deverá guardar os arquivos gerados nesses backups, que pode ser guardado num micro SD ou Google Drive.

Como já sabemos, os backups servem para guardar arquivos ou mensagens, para serem recuperados posteriormente, caso dê algum erro ou você precise formatar o dispositivo ou mesmo trocar por um novo.

Isto significa que quando você for trocar de smartphone, não vai perder todas as conversas antigas que teve no WhatsApp, a menos que você não saiba desse tutorial a seguir.

Troquei meu celular, como recuperar as mensagens do WhatsApp?

A primeira coisa que deve ser feita, é ativar as opções de internet, de preferência Wi-Fi, pois o tempo de transferência vai depender da velocidade de conexão.

Para usuários de iPhone, há apenas uma opção: o iCloud, faça o login em ambos os iPhones com a mesma conta e ative a opção Drive nas configurações do celular.

No antigo iPhone, entre no WhatsApp e depois acesse: Configurações ─> Conversas ─> Backup ─> Fazer backup agora, e espere terminar.

Depois que o Backup terminar, já no novo aparelho, instale o WhatsApp  com o mesmo número que você tinha no aplicativo antigo. Para isso, lembre-se de que você deve ter o Chip no novo celular.

Quando terminar de configurar com o mesmo chip no novo aparelho, o aplicativo de mensagens perguntará se deseja restaurar o histórico de bate-papo: Aceite e pronto, é só esperar suas conversas serem baixadas do Drive para o novo aparelho.

Como recuperar mensagens do WhatsApp no celular Android

Para o sistema operacional Android, você tem duas opções: com o seu microSD e Google Drive.

Lembrando que a opção do Google Drive, o celular novo preciso está configurado com a mesma conta do Google usada no celular velho.

No celular antigo, vá para Configurações ─> Conversas ─> Backup. A cópia será feita no SD e Drive.

No final da janela, tem a opção incluir vídeos desmarcada, se você quiser incluir, basta marcar essa opção.

Usando a conta do Google Drive

No celular novo, instala o WhatsApp com o mesmo chip que usava no celular velho, quando aparecer a opção perguntando se você deseja “Restaurar suas mensagens”, clica em aceito.

Espere terminar de baixar todas as mensagens para prosseguir e finalizar a configuração do aplicativo.

Usando cartão Micro SD

Se você não tem mais a conta do Google que usava no celular velho, basta usar o Micro SD, que foi usado no celular velho.

Mas atenção, o cartão Micro SD, precisa ser colocado no celular novo, antes de começar a instalar ou configurar o WhatsApp.

Depois de colocar o cartão Micro SD, instale o WhatsApp com o mesmo Chip usado no outro celular, depois que aparecer a janela pedindo para restaurar as suas mensagens, apenas clica em aceito, e espere finalizar.

Pontos negativos

A migração não funcionar de celular Android para iPhone ou vice versar. Só funcionará de celular Android para Android ou de iPhone para iPhone.

Recuperar as mensagens do WhatsApp depois de alterar o número

Se você quiser alterar o número, primeiro deve mudar no WhatsApp do telefone antigo, depois realiza todo o processo de backup já com o chip novo.

Obs: depois que mudar o número, não terá como recuperar as mensagens com o chip antigo, todo o processo posterior, deverá ser feito com o chip novo.

E aí, gostou da nossa dica de hoje? Deixa sua mensagem e sugestões nos comentários.

WhatsApp: golpe faz milhares de vítimas em 48hs 0 115

WhatsApp: golpe com infecta milhares de pessoas em 48hs

Veja se você não é mais uma vítima e como se proteger do novo golpe no WhatsApp, que oferece cupons de descontos de empresa famosa.

Que o WhatsApp é o maior aplicativo de mensagens, todo mundo sabe. O que muita gente não sabe, é que milhares de espertalhões usa o aplicativo para dar golpes.

A PSafe, empresa de segurança digital, identificou mais um golpe no WhatsApp, e nesse oferece cupons de R$ 100 do aplicativo iFood, empresa especializada em entrega de comidas.

Segundo a PSafe, só últimas 48 horas, foram detectados 86 mil ciberataques, pela o DFNDR Lab, laboratório especializado em segurança digital.

“Os cibercriminosos se aproveitam da credibilidade da marca, forjando que a empresa estaria fazendo aniversário e por isso está realizando a suposta promoção”, diz a PSafe em nota.

Quando o usuário clica no link, ele é redirecionado para uma página com uma pesquisa para ser respondida para o usuário tenha acesso ao suposto cupom.

No formulário são abordadas três questões: “Conhece o funcionamento do iFood?”; “Possui o aplicativo instalado no seu smartphone?”; “Indicaria o iFood para amigos e familiares?”.

Ao responder essas perguntas, a vítima é direcionada a uma página na qual é incentivada a compartilhar com todos os amigos ou grupos do WhatsApp.

No o texto diz que, após o compartilhamento o usuário será redirecionado para autenticar o cupom e receberá uma confirmação por SMS.

“A estratégia de solicitar o compartilhamento via aplicativo de mensagem é perfeita para que o golpe se espalhe rapidamente”, frisa o especialista da DFNDR.

“Por isso é muito importante que as pessoas estejam atentas ao que recebem via aplicativos de mensagens, independentemente de quem enviou e da marca em questão”, finaliza Emilio Simoni, diretor do DFNDR Lab.

Há menos de um mês A Psafe, alertou para um anúncio semelhante, que oferecia até 20 GB de internet gratuita por até 60 dias para usuários de qualquer operadora de telefonia móvel no Brasil.

Igualmente ao outro, as pessoas eram direcionadas a uma página falsa e precisava responder a perguntas. No fim, era convidada a compartilhar o conteúdo com amigos do WhatsApp.

Esse foi mais um golpe que fez milhares de vítimas no Brasil. Segundo o laboratório, as vítimas são pessoas que estão em diversos grupos, ou que não tenha muito conhecimento sobre segurança digital.

Por isso é muito importante não disponibilizar o número para pessoas que você não conheça, e não sair clicando em links encaminhados no mensageiro.

O iFood fala sobre o caso

O iFood esclarece que o conteúdo é falso e recomenda que os usuários ignorem a mensagem. Diz que os únicos canais de comunicação com os clientes são por meio da plataforma (push), e-mails, site oficial e WhatsApp business, identificado com o selo verde de conta verificada nas informações de contato.

Para controlar a propagação de FakeNews ou siberataques através do mensageiro, a equipe de desenvolvimento do WhatsApp, fez diversas mudanças e atualizações em 2018.

Desde maio, o WhatsApp vem disponibilizando atualizações que inibem e reduzem a quantidade de mensagens encaminhadas por usuário tanto em grupos ou mensagem privada.

Imagens

Veja mais