Galaxy Watch: Samsung finalmente lança seu relógio inteligente 0 978

Galaxy Watch: Samsung finalmente lança seu relógio inteligente

O Novo Samsung Galaxy Watch tem suporte para 3G e 4G, com recursos como ligações, mensagens e acesso a mapas e músicas, e deverá chegar em duas versões.

A Samsung finalmente apresentou o seu novo Galaxy Watch, que também será chamado de smartwatch.

O novo Samsung Galaxy Watch, é alimentado pelo próprio sistema operacional da Samsung – assim como acontecia com o Gear S2 e o Gear S3. Outro fator interessante, é que a Samsung quis aproximar este relógio de um relógio analógico normal. O que vai deixar os proprietários mais a vontade.

A Samsung deve lançar duas versões do Galaxy Watch – modelo mais básico, que contará com conectividade Bluetooth e Wi-Fi, 270 mAh, o outro com Bluetooth, Wi-Fi e LTE e bateria  470mAh, que deverá fornecer até sete dias de autonomia com uma só carga, afirma a Samsung.

O novo Samsung Galaxy Watch ou smartwatch, tem suporte para 3G e 4G, com recursos como ligações, mensagens e acesso a mapas e músicas. Ele consegue registar os dados de frequência cardíaca de forma mais precisa, pois possui quatro sensores. Além disso, suporta mais de 39 tipos diferentes de exercícios e inclui uma verificação de stress integrada. O dispositivo também detecta automaticamente, até seis exercícios diferentes.

O Galaxy Watch será lançado em duas dimensões – 42 mm e 46 mm e vai estar disponível em mais de 15 países.

[table id=1 /]

Preço e disponibilidade
As vendas começaram a partir do dia 24 de agosto nos Estados Unidos, 31 de agosto na Coreia do Sul e dia 14 de setembro nos demais mercados. O preço do Galaxy Watch ainda não foi revelado pela fabricante.
Fonte: Samsung

Previous ArticleNext Article

iPhones podem ter o sensor de impressão digital de volta 0 73

A Apple pode ter encontrado uma maneira de trazer os sensores de impressões digitais de volta para todos os iPhones

Sempre que a Apple lança um novo iPhone, fica aquela apreensão, será que vão botar isso, tirar aquilo?  No entanto, quem segue todos os rumores no mundo da tecnologia, sabe que a maçã mordida, gosta de aprontar com seus milhões de utilizadores.

Nesse período que vamos entrar a partir do próximo mês, começam a enxurrada de rumores sobre os dispositivos da Apple, pois é nesse período que a empresa Norte Americana junto com o SEO, Tim Cook e companhia, decidem mudar algumas coisinhas básicas ─ como remover a entrada de áudio de 3.5mm ─ para tocar o pânico Internet fora!

Foi mais ou menos nesse período do ano passado, que conhecemos o iPhone X, a versão de comemoração dos 10 anos do iPhone da maçã. As muitas mudanças foram até positivas, como o design arrojado e bonito, a construção em aço é apelativa e robusta e, uma nova tela OLED era tudo aquilo que faltava nos dispositivos da Apple.

Mas o que causou o pânico geral… foi remoção do Touch ID e a implementação do Face ID. A Apple decidiu livrar-se do botão principal, e assim o sensor de impressão digital em vez de ir para a traseira, desapareceu completamente. O que deixou muito fãs da marca um pouco em choque e preocupados.

O Touch ID era conhecido na indústria como o ‘Standard’ dos sensores de impressão digital, A Apple não foi a primeira a implementar este método de autenticação, mas a sua solução era bem acima da concorrência.

Especulava-se que a Apple estava tentando uma forma implementar um sensor de impressão digital na tela, em paralelo com o Face ID. Porém, nada feito e, o iPhone X chegou ao mercado sem um dos seus “divisor de águas”.

Já sabemos que todos os modelos de 2018 irão virão com o Face ID em detrimento do Face ID. Por isso, a tecnologia irá aparentemente morrer com o iPhone 8. O que rumores apontam agora, é que a Apple continua a desenvolver uma solução que pode permitir voltar o Touch ID, e na tela do aparelho sem a necessidade do botão home.

Segundo o pessoal do site “Patently Apple”, a empresa desenvolveu uma nova tecnologia, que irá permitir adicionar capacidades de leitura de impressão digital, a aparelhos sem a necessidade do uso de um botão “Home”.

A notícia não é lá essas novidades toda, visto que várias fabricantes lançaram aparelhos com sensores de impressão digital óticos na tela de seus dispositivos.

A ideia da Apple, é bastante similar aos sensores já disponíveis atualmente no mercado. A tática baseia-se na utilização de câmeras debaixo de uma camada da tela, capazes de capturar uma imagem 3D da impressão digital do utilizador.

Como já sabemos que a Apple, assim como qualquer outra empresa de tecnologia, cria e patenteia várias técnicas que nunca serão lançadas, de já adiantamos, que isto talvez nem se concretize, ou, sim. Vamos esperar mais notícias.

Fonte: Patently Apple

Motorola P30 com cara de iPhone 0 71

Motorola P30 com cara de iPhone

Anunciado pela Motorola nesta semana, o novo dispositivo da fabricante deve chegar em breve, com característica bem peculiares do iPhone x da Apple.

O mundo finalmente ficou conhecendo o novo dispositivo da Motorola. O Motorola P30, foi anunciado nesta quarta-feira (15). O parelho vem para dar início a uma nova linha de smartphone top de linha da Motorola.

O P30 ainda é modelo único nessa variante, nada foi revelado se vai ter um P30 Play ou P30 Note. O que se sabe por enquanto, é que começa agora uma nova linha de smartphones para um público mais exigente.

Confirmando os rumores, o P30 traz notch no topo da tela e câmera traseira dupla, alinhada verticalmente e posicionada no canto superior esquerdo, características bem específicas do iPhone X.

O Motorola P30 será vendido com exclusividade na China, a interface é a própria da Lenovo, a ZUI 4.0. O aparelho sai e fábrica com o Android 8.0 Oreo, com garantia de novas atualizações posteriores.

Para durar o dia todo, a bateria é de 3.000 mAh, tem 7,69 mm de espessura, pesa 170 gramas e vem com entrada USB-C e plug tradicional para fones de ouvidos.

Especificações técnicas

Sistema Operacional: Android 8.0 Oreo ZUI 4.0
Tipo de Tela: IPS LCD
Tamanho de Tela:  6,2 polegadas
Resolução de Tela: Full HD+ (1080 x 2246 pixels)
Chipset: Qualcomm Snapdragon 636 (SDM636)
Memória RAM: 6 GB
Armazenamento Interno: 64 GB ou 128 GB
Câmera Traseira: dupla 16 MP (f/1.8, 1.25µm) + 5 MP (f/2.2)
Capacidade de Bateria: 3000 mAh

Preço e disponibilidade

O smartphone será vendido nas cores preto brilhante, jade de gelo branco e aurora, a partir de 18 de setembro.

O preço sugerido do Motorola P30 é de US$ 300 na versão de 64 GB (aproximadamente R$ 1.170 sem cotação), o modelo de 128 GB, terá preço inicial de US$ 360 (R$ 1.400 sem cotação).

Sem dúvida, o aparelho P30 é atraente para o mercado ocidental. Embora ainda não saibamos se chegará aqui.

Imagens

Veja mais