FaceBookNotíciasRede Social

Para combater Fake News, o Facebook já excluiu mais de 1 milhão de contas em seis meses

São mais de 20 mil pessoas e inteligência artificial trabalhando na parte de revisão e exclusão de perfil e conteúdos classificado como fake News.

Desde que resolveu dá um basta nas tais Fake News (notícias falas), o Facebook já mandou para o beleleu, 1,27 milhões de contas que propagam conteúdo duvidoso.

Muitas pessoas usam e abusam do direito de “liberdade de expressão”. E usam vários métodos como anonimato na Internet, para dizerem o que não conseguem dizer frente a frente.

Virou rotina criar contas falsas no Facebook para espalhar conteúdo duvidoso e muitas vezes até para ofender alguém ou grupo de pessoas.

Por esta razão, na audiência perante o Comitê de Inteligência do Senado dos Estados Unidos, Sheryl Sandberg, atual diretora de operações do Facebook, afirmou que, durante um período de seis meses, a rede social teve que excluir 1,27 milhões de contas falsas, além de tirar de circulação outros milhões de conteúdos falsos e que não estão de acordo com a política de comunidade da rede social.

Sheryl Sandberg – diretora de operações do Facebook

Sandberg, afirma que a operação foi conduzida por métodos manuais de revisão, além de ajuda de métodos de revisão automatizados, como a aprendizagem automática (machine learning), visão computacional e inteligência artificial.

A diretora diz também que o processo de manter o número de contas falsas sob controle, permite que o Facebook descubra quem são os aproveitadores usam a plataforma para possivelmente espalhar notícias falsas e distorcer a opinião pública.

 Segundo Sandberg, o Facebook já conta com mais 20 mil pessoas trabalhando na parte de revisão, proteção e exclusão de conteúdo, na rede social.

Os relatórios são revistos em mais de 50 idiomas, 24 horas por dia. E também que a melhor tecnologia de aprendizagem automática e inteligência artificial, permitem que abusos e Fake News, sejam identificados com mais facilidade.

Com a ajuda desta equipa de especialistas em segurança, o Facebook quer impedir a disseminação de conteúdo malicioso aos seus utilizadores, enviar alertas personalizados automatizados para as pessoas afetadas por vários tipos de ataques cibernéticos, bem como garantir que as contas não sejam visadas por invasões artificiais, técnicas baseadas em inteligência artificial.

Fonte: ppWare

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios